Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008
ESTE INFERNO DE AMAR

Este Inferno de Amar


de Almeida Garret


Este inferno de amar - como eu amo! -
Quem mo pôs aqui n'alma... quem foi?

Que é vida - e que a vida destrói -
Como é que se veio a atear,

 Quando, ai, quando se há-de ela apagar?
Esta chama que alenta e consome,

 

Eu não sei, não me lembra: o passado,
A outra vida que dantes vivi
Era um sonho talvez... - foi um sonho -
Em paz tão serena a dormi!
Oh! que doce era aquele sonhar...
Quem me veio, ai de mim, despertar?

Só me lembra que um dia formoso
Eu passei... dava o sol tanta luz!
E os meus olhos, que vagos giravam,
Em seus olhos ardentes os pus.

 Que fez ela? eu que fiz? - Não o sei;
 Mas nessa hora a viver comecei...



publicado por Sonhosolitario às 22:00
link do post | comentar | favorito

7 comentários:
De sirena a 17 de Fevereiro de 2008 às 11:22
Resguardo-me do agreste frio que faz lá fora,
conforto-me no sopro quente das tuas palavras,
e nas entrelinhas...
deixo ficar o calor da minha mão sobre a tua.

Beijinho feito pedaços de poesia*
E uma boa semana
Sirena


De Sonhosolitario a 17 de Fevereiro de 2008 às 11:57
ola amiguinha Sirena..umm bom domingo .e um beijinho...
I fear thy kisses ,gentle maidem,
Thou needest not fear mine,
My spirit is too deeply laden
ever to burther thine...
aqui fica este pensamento querida Sirena tudo de bom e muita felicidade ..
sonhosolitario...


De Conchinha solitária a 17 de Fevereiro de 2008 às 18:49
MEU CORPO TEU NINHO

A simples lembrança dos teus dedos na minha nuca me arrepiam
Teu cheiro me habita a alma e meu peito, arfante, te recebe.
Me abraça, vem dormir comigo
Me ajuda a apagar do peito aquela dor do querer.
A noite se instala em mim.
Lá fora, apenas o silêncio da noite do teu olhar.

Vem.
Ocupa com teu corpo esse abrigo que te chama.
Volta a ser minha morada, teu abrigo
Faz de mim tua caverna, teu porto seguro.
Faz do meu corpo teu ninho.

Atordoada pelas saudades crescentes,
meu corpo todo se ouriça à tua procura.

beijinhos, amigo

Conchinha solitária


De Conchinha solitária a 17 de Fevereiro de 2008 às 18:52
MEU CORPO TEU NINHO



A simples lembrança dos teus dedos na minha nuca me arrepiam
Teu cheiro me habita a alma e meu peito, arfante, te recebe.
Me abraça, vem dormir comigo
Me ajuda a apagar do peito aquela dor do querer.
A noite se instala em mim.
Lá fora, apenas o silêncio da noite do teu olhar.

Vem.
Ocupa com teu corpo esse abrigo que te chama.
Volta a ser minha morada, teu abrigo
Faz de mim tua caverna, teu porto seguro.
Faz do meu corpo teu ninho.

Atordoada pelas saudades crescentes,
meu corpo todo se ouriça à tua procura.

beijinhos, amigo
da sua Conchinha solitária


De Sonhosolitario a 17 de Fevereiro de 2008 às 19:07
ola conchita muito obrigado pela sua visita .gostei muito do seu poema mas como não sei onde a visitar .envio-lhe um beijinho e volte sempre .
solitario


De ilda a 10 de Maio de 2008 às 21:48
caro amigo nem sempre as coisas acontecem como queremos e nem sempre falamos o que sentimos.eu não sou correspomdida ,aí está o grande motivo de entrar no seu blogue em altas horas da noite,aqui pra mim é muito cedo,fico no computador a espera sabe se la de quem?porém não perco as esperanças,sonho não vá fique conosco,te descobri pelas musicas que são romanticas,pois procurava algo para me consolar.abraços


De Sonhosolitario a 10 de Maio de 2008 às 22:06
ola amiguinha Ilda tudo bem eu tambem ando assim .dormindo pouco e a vida ,mas temos de ganhar coragem porque estas coisas de amor fazem dorer.volte sempre ..
um doce beijo meu .
sonhosolitario


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Sentimentos confusos!

Tragédia nas Caxinas,Lut...

PAI ETERNO EM FAINA

PAI ETERNO, ENTRE O POR D...

Vida de Marinheiro

QUANDO ME TOCAS

Mar Salgado

Saudade das Saudades

Tão longe e tão perto

Apenas te desejo bem

As minhas visitas


Web Page Counter
Buy Computer Parts

online
Musica
eXTReMe Tracker

object width="180" height="150">


Leva-me


favoritos

Hoje senti mais do que nu...

Mar Salgado

PALAVRAS

Inspiração da madrugada.....

Regresso

Saudade,De quem Partiu

Set fire to the rain

Que se passa em mim...?

O Mar e a Saudade

Para os Amigos

links
arquivos

Abril 2018

Janeiro 2015

Abril 2013

Dezembro 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds